O que é relação e como escolher

Você está feliz e serelepe montando sua bike nova, ou fazendo um upgrade nela, e está em dúvida se faz a sua bike ficar mais pesada (quiçá, rápida) ou se vai deixá-la leve o suficiente para conseguir subir as ladeiras e pirambas da vida? Provavelmente você vai ter que decidir que tipo de relação que quer ter.

O que é relação? Qual relação escolher? Ou melhor, como escolher a relação ideal para a sua pedalada? No que isso influencia?

A Talita Noguchi, do bar e bicicletaria Las Magrelas, responde a essas perguntas, que estão entre as dúvidas mais frequentes que chegam a nós!

Basicamente, a relação é o conjunto formado:
1. pela(s) engrenagem(ns) da coroa;
2. pela(s) engrenagem(ns) do pinhão, cassete ou catraca e
3. pela corrente, que liga a coroa ao pinhão, cassete ou catraca.

Não é possível dizer com exatidão qual o tamanho (quantidade de dentes de engrenagem) ideal de coroa e pinhão, catraca ou cassete, pois varia com a condição física do ciclista.

Geralmente, alguém que está começando a pedalar ou mesmo saindo do sedentarismo se adequa melhor a uma relação um pouco mais leve. Com o tempo e prática, o condicionamento da pessoa vai mudando e a relação mais ideal também.

Também tem fatores como a distância percorrida e se tem muitos aclives e declives no caminho. Relações mais leves facilitam as subidas de ladeiras, enquanto as relações mais pesadas podem ajudar a ganhar velocidade nas descidas ou caminhos planos.

Outras vezes, depende do estilo de pedalada de cada um. Tem gente que prefere pedalar mais “travado”, colocando mais força em cada giro de pedal, e coloca uma relação mais pesada. Também tem quem prefira girar o pedal mais rápido e treinar o “cardio” (elevando a frequência cardíaca), com uma relação mais leve.

Be the first to comment

Leave a Reply

Seu e-mail não será publicado.


*